Serviços Periciais



É claro que qualquer documento original é passível de pericia documentoscópica para verificação de sua autenticidade. Isto não incorre em nenhuma irregularidade. Todo documento antigo tem seu valor histórico qualquer que seja.

Ocorre que tem sido comum a existência de um produto que consiste em um documento antigo da divida pública (LTN, Eletrobrás, Títulos ao portador emitido por Estados e Municípios Brasileiros), um parecer jurídico, um laudo técnico de autenticação e um laudo técnico de atualização de valores, todos vendidos juntos.

O conjunto documentos tem a pretensão de fazer estes Títulos valerem milhões de reais no mercado, podendo ser descontados, utilizados como amortizadores de dívidas publicas, garantias de outras dívidas, etc.

A maioria, senão todos, são prescritos há muitos e nada valem, de acordo com legislações específicas da cada título.

Tal conjunto de documentos (títulos e laudos) tem apenas um objetivo: fraudar pessoas incautas. Assim, s.m.j., entendemos que todas as pessoas que adquiriram tal “produto” podem e devem ingressar com ações civis e/ou criminais, contra peritos e vendedores de títulos a para tentar reaver valores que foram gastos na compra deste produto.

Temos sidos procurados para analisar estes produtos e verificamos que não importa se o titulo é autêntico ou não. (já vimos títulos falsos e autênticos). O conjunto (titulo/laudos) possuem argumentações que levam pessoas incautas a adquiri-los que se valessem milhões.

Assim, sugerimos pessoas que adquiriram tais documentos e que desejam ingressar com ações para reaver valores, instruir suas causas com pareceres técnicos demonstrando esta irregularidade, independente se o documento é falso ou autêntico. O conjunto laudo/títulos é que é fraudulento.

2012-09-03

14:53:04







Site de Divulgação de Notícias Jurídicas e Serviços de Perícias e Investigações Científicas oferecendo Perito Assitente Técnico ou Perito Judiciário, baseados na lei 11.690 para Exames e Acompanhamentos em Processos Criminais Cíveis e Trabalhistas em casos de Perícias de Crimes de Informática, Grafotécnica, Documentoscopia, acidente de trânsito, Som, Comparação de Voz,Audio e Vídeo, Pirataria, Contrafação de Marcas e Patentes, etc

17